A Bicicleta Fantasma

Bebendo direto da tradição de terror Stephen King, Karen Alvares recria a ideia de uma maldição sob rodas num cenário brasileiro.

Título: A Bicicleta Fantasma
Autor: Karen Alvares
Ano de publicação: 2015
País de Origem: Brasil
Editora: Draco
Número de páginas: 15

Mas não se engane: a tensão narrativa e os personagens bastante reais, características marcantes da autora, estão por aqui. Quer saber mais?

Criar terror das situações mais banais do cotidiano é o que mais gosto no terror psicológico. Essa técnica de pegar aquilo que todos conhecemos e tornar assustador tem em Stephen King seu maior expoente, mas vários autores conseguiram seguir essa linha imprimindo sua marca própria. No Brasil, acredito que Karen Alvares seja a autora que se sobressai nesse subgênero.

A Bicicleta Fantasma começa com um acidente: Alexandre, um motorista irresponsável, atropela um garoto numa ciclovia. No entanto, esse conto não é sobre o garoto, nem necessariamente sobre sua bicicleta. É sobre Alexandre, sua relação doentia com seu próprio carro e seus valores deturpados.

Ao mesmo tempo que nos assusta com as cenas em que Alexandre se vê envolto de pesadelos, obcessões e perseguição por uma certa bicicleta fantasma, o conto também é uma crítica pesada ao comportamento de certa parcela da população que se julga acima do bem e do mal. Até que ponto valores doentios não acabam sendo materializados em ações tórridas? Até que ponto não nos importamos mais com objetos que com pessoas?

E depois dizem que o terror não passa de um delírio da imaginação. Acredito que da forma mais doentia, o terror consegue expor nosso lado mais sombrio.

Recomendo para quem curte um terror rápido, direto ao ponto. Mas não espere violência, monstros e afins: por aqui temos aquele terror que nos deixa ansiosos, de final ambíguo e imprevisível.

Você pode adquirir esse conto por apenas R$2,99 em vários formatos:

Amazon | Apple | Saraiva | Cultura | Kobo |Google

Melissa é escritora, blogueira e fica hiperativa com açúcar. Tem contos publicados em antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento além de trabalhos independentes na Amazon. É autora do livro infantil A Última Tourada.

http://mundomel.com.br

 

One Response to “A Bicicleta Fantasma”

  1. Mel! Adorei sua resenha! <3
    Também acho que o terror vai muito além de mera imaginação; com o terror a gente pode cutucar, alertar, criticar a sociedade. E foi exatamente isso que quis passar nesse conto, como você observou. Você sabe que eu ando de bike pra tudo quanto é canto e acho que o escrevi num dia que eu estava revoltadíssima com o trânsito e em como os motoristas dos carros se acham os donos da rua e não têm respeito algum com os ciclistas… enfim, acontece muito.
    Ai meu Deus, você fez uma correlação minha com o King. AI MEU DEUS!!!
    Obrigada, Mel!!! =)))
    Beijos

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>