Os Verdadeiros Gigantes

Os Verdadeiros Gigantes é um daqueles livros que bebem diretamente do RPG e da fantasia clássica com elfos, anões e grandes guerreiros.

Título: Os Verdadeiros Gigantes

Autora: Charles William Kruger

Ano de publicação: 2015

País de Origem: Brasil

Editora: Cata-vento – 153 páginas

Com ótimas cenas de batalha e muita ação, o livro certamente agrada os fãs de fantasia clássica que curtem uma de trama de vingança pessoal e a honra de um povo.

Passado no mundo fantástico de Elgalor, Os Verdadeiros Gigantes gira em torno do povo anão, o que achei interessante, uma vez que esse povo normalmente é coadjuvante nas histórias de fantasia. O autor nos leva a entender como funciona a mente de um anão. Acostumados a uma vida dura e com um grande apego ao seu próprio passado, os anões são durões e têm amor pela batalha.

Vemos essa tradição anã por vários olhos ao longo da trama. Os primeiros deles são os de Drunnan e Garren, dois anões que partem em busca de Rodan, um amigo que desertara os princípios de seu povo em busca de uma vingança pessoal: matar o orc que assassinou seu pai.

É através de Drunnan e Garren que entendemos como a cultura desse povo funciona, como é sua ligação com o deus Thanor e o que move os anões em suas constantes batalhas. Ao mesmo tempo, temos a perspectiva de Rodan, obcecado por sua vingança a ponto de esquecer seus princípios.

Para contrabalancear essa perspectiva de anões, temos a visão da humana Lyayna, que ao se juntar à comitiva de Drunnan e Garren por um breve período, consegue fazer com que eles questionem, ao menos um pouco, sua visão limitada do mundo. Eu gostei muito das conversas de Lyayna com os anões e confesso que queria ter visto mais da personagem durane o livro!

A trajetória de Rodan e a busca de seus amigos acaba se mesclando a uma grande guerra: os orcs estão se organizando em Elgalor e todo o povo anão está em perigo. Com grande cenas de batalha, o autor consegue nos prender em meio a machados, cabeças decepadas e urros de vitória.

O livro é muito bem escrito, como normalmente são os textos do Charles William Kruger (que até então assinava sob o pseudônimo de Jacó Galtran). Só senti falta, mais para o final, de acompanhar um personagem. Senti que as últimas páginas foram focadas no povo anão em geral e, ao menos para mim, a narrativa individual fez falta. A constante exaltação da glória e perseverança dos anões se tornou um tanto exaustiva e acho que poderia ter sido melhor canalizada caso víssemos tudo pela perspectiva de um personagem.

Os Verdadeiros Gigantes é um livro para um público que gosta de alta fantasia clássica e/ou RPG, com grandes cenas de guerra e aquela boa e velha preocupação com a honra e dever. Se você é desses, então vai curtir.

Adquira já seu exemplar!!!

Livro físico (R$26,90): site oficial da Editora Cata-vento

Melissa é escritora, blogueira e fica hiperativa com açúcar. Tem contos publicados em antologias das editoras Draco, Buriti e Cata-vento além de trabalhos independentes na Amazon. É autora do livro infantil A Última Tourada.

http://mundomel.com.br

 

4 Responses to “Os Verdadeiros Gigantes”

  1. @Heitordealmeida

    Anões, são sempre os melhores! Minha raça preferida! Hahuahauah
    Bruenor BattleHammer que o diga!

    Interessante esse livro. Vou atrás para ler

    Responder
  2. O Charles é excelente e aqui em casa ficamos muito contentes com a publicação desse livro. Que venham muitos outros! Adorei a resenha, Melissa! Parabéns, Charles, mais uma vez!

    Responder

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>